Presos acusados de agredir policial militar

sábado, 30 de junho de 2012 · 0 comentários


Seis homens, entre eles um menor, vão responder a processo
criminal por roubo e formação de quadrilha. Eles são acusados de promover um “arrastão”
durante festa junina no bairro Benedito Bentes, deixando ferido o policial militar Valdir Soares da
Silva, que é lotado no gabinete militar da Assembleia Legislativa Estadual.
O delegado de plantão, Antônio Carlos Azevedo Lessa, que registrou a ocorrência, disse que cinco
adultos foram presos e levados à Casa de Custódia, no sistema penitenciário. A prisão em
flagrante, efetuada por agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) na noite da quinta-
feira, 28, véspera do Dia de São Pedro, já foi comunicada à Justiça. O menor foi levado para a
Delegacia de Menores.
Ao serem ouvidos, os acusados negaram os crimes. “Eles alegaram que se tratou de uma briga por
causa da namorada do policial, que teria sido namorada de um deles. Mas eles tomaram a arma
do militar, uma pistola Glock, e o espancaram”, relata o delegado. O rapaz teve afundamento de
face e foi levado a um hospital particular, no bairro do Farol, onde, até ontem, estava em
observação.
Na operação, os agentes do Bope prenderam José Adeilton Menezes Marques, Josivan Meneses
Marques, Emerson Diego Ferreira da Silva, Ivaldo Ferreira da Silva e José Elson dos Santos. O menor
é J.V.S.C.R., de 15 anos. No relato da guarnição do Batalhão Especial, eles foram flagrados
promovendo arrastão na festa junina.
Segundo o delegado, os cinco adultos e o menor foram reconhecidos pelo soldado PM Valdir
Soares como responsáveis pelas agressões que sofrera e pelo roubo de sua arma. “O caso será
investigado pelo pessoal do 8º Distrito. O inquérito vai revelar o que aconteceu, mas o flagrante é
de roubo e formação de quadrilha”, explica Antônio Carlos Lessa.
Ele disse ainda que, em função das lesões sofridas, o soldado não teve condições de prestar
depoimento, mas deverá ser ouvido depois pelo delegado do 8º Distrito. Procurado pela
reportagem da Gazeta ontem pela manhã, o militar não quis falar sobre a ocorrência.

Policial br

Sem viatura, PM usou táxi para caçar aluno assassino

· 0 comentários


De acordo com o site Nova News, miinutos
depois de o professor Delmiro Salvione Bonin, de 55 anos, ser atingido por disparos de arma de
fogo desferidos por um aluno de 16 anos, populares acionaram a Polícia Militar de Nova Casa
Verde, em Nova Andradina, para deter o acusado. O posto policial fica localizado ao lado da escola
em que ocorreu o crime.
O professor Delmiro, que era diretor de escolas no distrito, não resistiu aos ferimentos e morreu,
Contudo, a única viatura da guarnição, uma veraneio 93, não pode ser utilizada na ocorrência
devido a um problema na ponta do eixo do automóvel que está sem uma das rodas e sendo
sustentada por um toco de madeira. O veículo é o responsável pelas rondas no local onde
residem aproximadamente cinco mil pessoas, se somado à população do Assentamento Teijim.
Na tentativa de deter o adolescente, policias iniciaram as diligências pelo distrito a pé. Até mesmo
um táxi teria sido utilizado pelos militares. Apesar das buscas e do apoio de soldados de Nova
Andradina, o acusado ainda não foi encontrado. Atualmente, a segurança do distrito é feita por
seis policiais divididos em uma escala de dois por período.

CAICÓ: GTO realiza grande apreensão de cocaína

· 0 comentários

Por Sd PM J. Júnior
Fonte: Blog do Jair Sampaio (Link abaixo)
A Polícia Militar de Caicó, através de seu comandante, Maj. Walmary Costa, realizou na tarde de hoje (29/06), a busca e
apreensão na casa do mototaxista conhecido por "RICARDO", na casa do mesmo fora encontrada grande quantidade de
Cocaína, cerca de 152 papelotes da droga. O pai do mototaxista, foi levado à delegacia, e muito nervoso ele disse, "Só
trabalho em minha vida; não nada haver com isso", sob choro forte,o homem que é pai de Ricardo disse: "como pode um
filho fazer isso com um pai".
O Major Costa, que foi à delegacia, pediu calma ao pai de Ricardo, e disse: A Polícia de Caicó sabe que o senhor é um
trabalhador, e não tem nada haver com isso, eu, Major Costa, dou todas as garantias que nada de ruim vai lhe acontecer,
apenas seu depoimento é muito importante para nós.
Um assalto a mão armada também foi registrado na tarde desta sexta. Um homem armado com um revólver calibre 38
adentrou num Hotel da cidade e levou um not book.
Do blog: O Maj. Costa tem participado ativamente de ocorrências de grande repercussão e que oferecem risco à vida dos
policiais em Caicó, isso estimula toda a equipe policial, todos se sentem mais seguros quando tem um Oficial à frente da
batalha, principalmente quando se trata da figura do comandante da tropa.

via qthdanoticia.blogspot.com


Plano Nacional, aposta em tecnologia e mais policiamento para reduzir criminalidade

· 0 comentários


O governo federal lança nesta quarta-feira (27) um programa específico para tentar reduzir os índices "epidêmicos" de
homicídios no país. O "Brasil Mais Seguro" será apresentado em Maceió pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.
Por ser o mais violento do país, o Estado de Alagoas será o piloto do novo plano, que aposta na maior participação do
governo para reduzir a taxa anual de assassinatos no país, que hoje chega a 26,2 para cada 100 mil habitantes. Segundo o
Ministério da Justiça, o “Brasil Mais Seguro” terá três eixos de atuação: a melhoria da investigação das mortes violentas
(com investimento em tecnologia), o fortalecimento do policiamento ostensivo e comunitário e o controle de armas. As
áreas de maiores índices de criminalidade serão, a partir de agora, monitoradas. Com o novo plano, que será apresentado
com detalhes na manhã de hoje, foi elaborado após a análise de projetos e levando em conta as boas práticas de Estados
que já conseguiram reduzir as taxas de violência. Segundo o ministério, Pernambuco --que lançou o Pacto pela Vida e
reduziu em mais de 40% a taxa de homicídios no Recife--, Rio Grande do Sul e Minas Gerais contribuíram com boas
experiências, que devem ser replicadas para os demais Estados do país.
“Nenhum Estado brasileiro está no padrão adequado internacional em relação a homicídios, nós temos índices
alarmantes. Alguns Estados um pouco menos, outros um pouco mais. Mas nenhum Estado atende uma faixa satisfatória
em relação a essa questão. Então uma das nossas preocupações é exatamente desenvolver um programa que possa
apoiar os Estados e dar uma política indutiva de ações que possam reduzir a violência”, explicou o ministro, em entrevista
ao jornalista Fernando Rodrigues, no início do mês, no projeto "Poder e Política", do UOL e da Folha. Como o UOL
antecipou em março, a partir de agora o governo federal vai tomar a frente da execução das ações de combate à violência
dos órgãos ligados à União, e não será mais apenas um “financiador” de projetos. “Nós, até agora, temos sido
repassadores de recursos em segurança pública, repasse de equipamentos. Nós não podemos ser meros repassadores de
recursos, temos que ter uma política parceira com os Estados a partir de uma realidade diagnosticada de índices que
medem resultados, onde cada centavo aplicado pelo governo federal e pelo governo estadual possam ser medidas as
consequências. Ou seja, não é apenas dar coletes, apenas dar viaturas, é você ter um plano”, explicou Cardozo. Alagoas
piloto Para Alagoas, que vive uma grave crise na segurança pública, o Ministério da Justiça vai anunciar hoje um
investimento de R$ 25 milhões para melhorias no sistema de Justiça, nas polícias Federal e Rodoviária Federal e para
aquisição de equipamentos. Além disso, estão previstas capacitação e aperfeiçoamento da polícia técnica, além de
instalação de bases fixas e móveis de monitoramento.

via qthdanoticia.blogspot.com

Major da PM é convocado para explicar acusações de homicídio

· 0 comentários

O major PM Fernandes, da 1ª CIPM, localizada na região de
Macau, foi convocado pelo Comando Geral da Polícia Militar e
pela Corregedoria, nesta quinta-feira (28), para prestar
esclarecimentos sobre acusações de que ele teria envolvimento
com a morte de Leonardo de Souza, de 25 anos, na noite da
quarta-feira (27). De acordo com pessoas próximas ao oficial da
Polícia Militar, inclusive outros militares, as acusações não passam
de calúnia ou de confusão por parte das vítimas.
O jovem Leonardo Souza, de 25 anos, foi executado dentro de
casa, no Jardim Progresso, na zona Norte de Natal, com disparos
de espingarda calibre 12. Em maio deste ano, ele havia concedido
entrevista ao Portal BO afirmando que estava acuado e temendo
pela vida e que já havia perdido um cunhado e uma amiga
durante dois atentados sofridos por ele.
O jovem contou que passou um ano e oito meses preso por
tráfico de drogas e após sair teria se envolvido em uma
ocorrência com policiais militares em Guamaré. A partir disso,
passou a ser perseguido por policiais que ele não revelou os
nomes e, consequentemente, sofreu os dois atentados. Ontem,
pela terceira vez pessoas foram matá-lo e conseguiram
concretizar o crime.
Após esse homicídio, pessoas próximas a Leonardo denunciaram na Corregedoria
que ele teria sido assassinado pelo major Fernandes, o que foi negado pelo oficial,
que deverá se pronunciar sobre o caso através de nota. Em contato com o Portal
BO, policiais militares da mesma companhia do major Fernandes contestam as
denuncias contra ele.
A sargento Sandra Souza, por exemplo, afirma que a contradição ocorre porque no
dia e momento do crime, o major Fernandes estava na cidade de Alto do Rodrigues, comandando o policiamento na festa
junina. “Testemunhas deverão ser convocadas para confirmar sua presença nas últimas 48 horas na região a qual ele
comanda, e com certeza isso provará sua inocência”, afirma sargento Sandra.
A policial lembra ainda que existem também relatórios diários da 1ª CIPM que relatam detalhadamente a permanência do
major Fernandes na sua região de atuação, inclusive com horários de deslocamentos entre uma cidade e outra.

Portalbo.com

Bandidos roubam carro de mulher e levam R$ 25 mil na Zona Sul

· 0 comentários

DIARIODENATAL.COM.BR
Por volta das 16h desta sexta-feira, uma mulher que não teve a identidade revelada foi vítima de assalto por dois
bandidos que tomaram de assalto seu veículo modelo Honda Civic e uma quantia de R$ 25 mil que estava dentro
do carro, no bairro Nova Descoberta, Zona Sul.
De acordo com informações do oficial de serviço do 5º Batalhão, a mulher trafegava na avenida Rui Barbosa
quando foi surpreendida pelos bandidos que encostaram no vidro do carro e apontaram a arma anunciando o
assalto. A mulher foi obrigada a descer do carro, enquanto os assaltantes entraram e fugiram no veículo.
A vítima informou que dentro do carro tinha uma quantia de cerca de R$ 25 mil. A polícia foi acionada mais ainda
não localizou os suspeitos do crime.

Policial e mais três são presos com armas e toucas ninja na BR-101

· 0 comentários

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu
quatro pessoas por porte ilegal de arma
durante uma fiscalização na BR-101, em São
José do Mipibu, na noite dessa quinta-feira.
Entre os detidos está o policial militar Iribério
Ferreira de Moura, de 37 anos. O grupo estava
no VW Gol de placa MYJ-8344/RN, onde foram
encontrados dois revólveres calibre 38, uma
pistola 380, munições e três toucas ninja.
Segundo a PRF, a abordagem aconteceu por
volta 23h, no posto de fiscalização. Dos quatro
ocupantes, Joâo Maria de Souza e Francisco de Assis da Siva, 30 anos, já respondem por diversos crimes. O
condutor do veículo, Judson Gomes Roberto Fereira, 25 anos, é funcionário de uma empresa que presta serviço ao
poder judiciário. O quarto detido é o policial militar Iribério Moura.
A Polícia Rodoviária informou que durante a entrevista houve divergência no relato dos quatro, tendo em comum
apenas a informação de que iriam para a festa de São José de Mipibu. Os detidos e o material apreendido foram
conduzidos à Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal, onde foram autuados em flagrante por porte ilegal de
arma de fogo.

Dnonline


TSE autoriza candidatura de 'contas-sujas' nas eleições de outubro

quinta-feira, 28 de junho de 2012 · 0 comentários

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aceitou nesta quinta-feira (28), por quatro votos a três, pedido de 14 partidos para anular sentença da própria Corte que havia barrado
das urnas os políticos que tiveram a prestação de contas da campanha de 2010 rejeitada pela Justiça Eleitoral. Com a decisão, os chamados contas-sujas poderão
concorrer às eleições municipais de outubro.

Por maioria, o TSE determinou que a desaprovação das contas “não é impedimento para obter a quitação eleitoral”.

A situação dos candidatos com as contas rejeitadas havia começado a ser analisada na última terça-feira (26), mas o julgamento foi interrompido devido a um pedido de
vista do ministro Antonio Dias Toffoli.

O magistrado havia pedido mais tempo para apreciar o caso quando o placar estava empatado em três a três.

Falta apenas o voto de Toffoli para que o julgamento fosse concluído. Nesta quinta, o ministro retomou a
apreciação do caso e votou pela reconsideração da sentença anterior.

"O requisito deve ser a apresentação das contas de campanha, tal com está na legislação. A mera
desaprovação das contas, ainda que por vícios que não configurem necessariamente abuso do poder
econômico ou outra irregularidade de natureza mais grave, acarretaria de imediato a inviabilidade da
candidatura", defendeu Toffoli.
A mudança nas regras eleitorais havia sido aprovada em março pelos ministros do TSE por quatro votos a três.

O PT, no entanto, questionou a exigência, alegando que o tribunal teria criado uma “sanção de inelegibilidade
não prevista em lei”.

O recurso, endossado posteriormente por PMDB, PSDB, DEM, PTB, PR, PSB, PP, PSD, PRTB, PV, PCdoB, PRP e PPS,
argumentava que a legislação eleitoral previa apenas a apresentação das contas pelo candidato. Segundo
o TSE, cerca de 21 mil pessoas corriam o risco de ficar de fora da eleição devido a problemas na contabilidade
eleitoral.

Relatora
Relatora do processo, a ministra Nancy Andrighi recomendou aos colegas a rejeição do recurso. Na avaliação da magistrada, teriam sido “observados” todos os requisitos
legais na sessão que estabeleceu as novas regras de prestação de contas eleitorais. Para Nancy, não caberia qualquer questionamento por parte dos partidos.
O voto da relatora foi acompanhado pelos ministros Marco Aurélio Mello e Cármen Lúcia. Marco Aurélio,
inclusive, advertiu os magistrados que a decisão poderia deflagrar uma corrida de questionamentos a
resoluções da Justiça Eleitoral.

“Se a moda paga, vamos conviver com inúmeros pedidos de reconsideração. Essa questão deveria ser resolvida
no campo jurisdicional”, defendeu.
Apesar da recomendação contrária da relatora, os ministros Antonio Dias Toffoli, Henrique Neves, Arnaldo
Versiani e Gilson Dipp atenderam à reclamação das legendas políticas. A decisão anterior acabou revista por
conta de uma recente troca de cadeiras no tribunal.
Na primeira vez em que o tema foi apreciado pelo TSE, Toffoli e Neves ainda não haviam sido indicados para a
Corte Eleitoral. Os dois sucederam, respectivamente, os ministros Ricardo Lewandowski e Marcelo Ribeiro, que
deixaram o TSE depois da revisão da norma de prestação de contas.
À época, Lewandowski havia dado o voto decisivo contra os contas-sujas. Desta vez, contudo, coube a Toffoli a tarefa de desempatar a disputa e reverter a posição inicial
do tribunal.

Recurso das legendas
As legendas que recorreram ao TSE para tentar derrubar a exigência de as contas serem aprovadas para obter a quitação eleitoral alegaram que não há na legislação a
exigência de julgamento do mérito para que o candidato seja habilitado a disputar eleições.
Na visão dos partidos, eventuais irregularidades poderão ou não resultar em restrição ou cassação de direitos, desde que o processo judicial seja instaurado com as
devidas garantias constitucionais asseguradas ao acusado.
Em maio, em uma votação inesperada, a Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que permite que os políticos recebam registro para disputar eleições mesmo
quando tiverem as contas eleitorais reprovadas.
Somente o PSOL não encampou a proposta apresentada pelo deputado Roberto Balestra (PP-GO). A iniciativa determina que a certidão de quitação eleitoral seja
concedida aos candidatos que apresentarem à Justiça Eleitoral a prestação de contas da campanha anterior, mesmo que não tenham sido aprovadas pela Justiça Eleitoral.
G1.com

Mução é liberado por falta de provas

· 0 comentários

De acordo com informações da produção do humorista e radialista Mução, o artista foi liberado na tarde
desta quinta-feira (28), já que não havia fatos que comprovassem sua culpa nos crimes a que estava sendo
acusado. Ele havia sido preso por divulgação de pornografia infantil na internet, na manhã desta quinta-feira
(28), no bairro de Meireles, em Fortaleza, no Ceará.
Segundo o produtor Rogério Telmiro, o programa do artista vai acontecer normalmente, nesta quinta-feira
(28). "O programa já está sendo providenciado para entrar no ar às 17h".
O produtor ainda afirma que se o artista fosse culpado, "não estaria sendo solto".

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/mobile/2012/06/28/mucao-e-liberado-por-falta-de-provas.htm

Novos policiais civis reforçarão o interior

· 0 comentários

O delegado geral da Polícia Civil, Fábio Rogério, já
definiu onde serão lotados os 74 novos policiais
civis, empossados nessa terça-feira (26) pela
governadora Rosalba Ciarlini. Todos reforçarão
comarcas do interior, e têm até o próximo dia
28 de julho para se apresentarem em seus novos
locais de trabalho.
A interiorização da Polícia Civil tem sido a
prioridade do delegado geral, que desde o início
de sua gestão vem focando investimento em
municípios do Alto-Oeste e naqueles onde não
há efetivo policial. “Com a interiorização da
Polícia Civil já reduzimos os homicídios em
Mossoró e melhoramos a segurança e as
investigações policiais nas cidades de Baraúnas,
Tangará, Lajes, Jucurutu, Taipú, Nova Cruz e
Caraúbas, municípios que antes eram órfãos da
estrutura da Polícia Civil. Faltam apenas 23
comarcas para serem preenchidas”.
As cidades que receberão os novos policiais são:
Janduís, Umarizal, Marcelino Vieira, Caraúbas,
Campo Grande, Açu, Parelhas, São Miguel, Caicó e Mossoró.
A escolha dos locais onde os novos policiais foram lotados foi motivo de questionamento
pelo Sindicato dos Policiais Civis e Servidores de Segurança Pública (Sinpol) no início da
semana, que suspeitou de apadrinhamento, mas após a polêmica os empossados
escolheram as cidades de acordo com a ordem de classificação no concurso público.
Fábio se mostrou bastante satisfeito com a posse dos novos policiais. ”É com muita alegria
que chegamos ao segundo momento de interiorização, com o preenchimento de vagas em
comarcas que nunca tiveram policiais civis atuando. Espero que todos eles estejam
motivados e determinados para cumprir suas novas missões, e para trabalharem com
afinco no combate aos crimes”, pontuou.

Nominuto.com

PF revela fraudes na contratação de eventos em R$ 65 mi na PB

· 0 comentários

A Polícia Federal e o Ministério Público do Estado da
Paraíba, com apoio da Controladoria-Geral da União,
deflagraram nesta quarta-feira (28) a Operação Pão e
Circo, com objetivo de desarticular quadrilha que
desviava recursos públicos em treze cidades
paraibanas em valor superior a R$ 65 milhões.
A operação consiste no cumprimento de 93
mandados judiciais: 65 de busca e apreensão, 28 de
prisão temporária, 05 de condução coercitiva, além
de ordens de seqüestro de bens móveis e imóveis,
expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª
Região e pelo Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba.
As investigações envolvem o desvio de recursos públicos federais, estaduais e municipais
destinados a custear a realização de eventos festivos em diversos municípios do Estado da
Paraíba. Ao todo, detectou-se o desvio de aproximadamente R$ 15.000.000,00 (quinze
milhões de reais) em recursos federais, e de aproximadamente R$ 50.000.000,00 (cinqüenta
milhões de reais) em recursos estaduais e municipais.
Os investigados fraudavam licitações e processos de inexigibilidade de licitação através da
utilização de empresas fantasmas e documentos ideologicamente falsos, contando com a
efetiva participação de servidores públicos e, em alguns casos, dos próprios prefeitos
municipais, para operacionalizar o esquema.
As fraudes envolviam contratações para eventos festivos, shows pirotécnicos e montagem
de estruturas para eventos. As irregularidades concentravam-se, sobretudo, em festividades
como emancipações políticas, São João, São Pedro, Carnaval e Reveillon.
Dentre os presos há 10 servidores públicos, sendo três prefeitos e três secretários
municipais. Dos 65 mandados de busca e apreensão, 13 foram cumpridos na sede de
prefeituras: Cabedelo, Sapé, Solania, Jacarau, Itapororoca, Boa Ventura, Alhandra,
Mamanguape, Mulungu, Santa Rita, Conde, Cuité de Mamanguape e Capim.
Devido à magnitude do esquema de fraudes, que envolvia desvios de recursos de diversas
origens, foram realizadas duas investigações paralelas e simultâneas: uma pelo Ministério
Público Estadual da Paraíba, para apurar o desvio de recursos públicos municipais e
estaduais e outra, da Polícia Federal, para apurar o desvio de recursos públicos federais
destinados aos municípios contemplados com as verbas repassadas.
Os investigados devem responder, na medida de suas participações, por fraude a licitações,
corrupção ativa e passiva, peculato, advocacia administrativa, formação de quadrilha e
lavagem de dinheiro.

Nominuto.com

Mulher é presa acusada de matar e atear fogo no marido em Parazinho

· 0 comentários

Por portalbo
Uma mulher identificada como Sandra Maria Bezerra, de 42 anos, foi presa em flagrante na tarde desta terça-feira (26),
acusada de matar o marido Geraldo Torres de Paula, de 72 anos, e depois atear fogo na vítima com quem manteve um
relacionamento de oito anos. O crime aconteceu na residência do casal localizada no município de Parazinho, interior do Rio
Grande do Norte.
O fato aconteceu por volta das 15 horas de ontem enquanto a vítima dormia. Segundo informações do delegado da Polícia
Civil, Antônio Taveira, a acusada deu uma paulada na cabeça do marido e em seguida arrastou-o até o banheiro onde
tentou iniciar um esquartejamento utilizando um facão. “Ela chegou a cortar o braço e o pescoço da vítima, mas como o
facão não estava amolado, ela desistiu e acabou ateando fogo no corpo do marido”, relatou.
Um dos vizinhos acionou a polícia, que efetuou a prisão de Sandra. Na delegacia, ela alegou que vinha sendo agredida pelo
marido. “Foi o motivo que ela alegou para praticar o homicídio, mas não vimos nenhuma marca de agressão no corpo dela”,
disse Taveira. Segundo o depoimento da acusada, eles teriam tido uma discussão antes do crime. O casal teria se separado,
mas reataram a pouco tempo por vontade dela.
Informações que chegaram à polícia dão conta de que ela seria usuária de drogas. Sandra Maria foi autuada por homicídio
qualificado por motivo fútil.
*Fonte: Assessoria / Degepol

Após homicídio, vereador de Vera Cruz se apresenta na delegacia de Monte Alegre

· 0 comentários

O presidente da Câmara Municipal de Vera Cruz, Cleonaldo Joaquim de Oliveira, procurou a Polícia Civil, na tarde desta
quarta-feira (27), para se apresentar, após ser acusado de cometer um homicídio, na noite desta terça-feira (26). De acordo
com informações preliminares, o vereador confessou o crime e entregou a arma usada por ele.
Cleonaldo Joaquim foi até a delegacia de Monte Alegre e se apresentou ao delegado Raimundo Rolim de Albuquerque Filho.
Em contato com a reportagem do Portal BO, o delegado revelou que, inicialmente, o vereador foi orientado a entregar a
verdadeira arma usada no crime, sob pena de responder pela omissão da arma certa.
“Ele havia apresentado um revólver, mas conversamos com ele e pedimos que ele nos entregasse a arma certa. Com isso,
ele saiu e voltou com uma pistola calibre ponto 40 e acabou sendo autuado pelo porte de arma restrita”, explicou o
delegado Raimundo Rolim. Cleonaldo está prestando depoimento à polícia e confessando o homicídio, crime pelo qual
também deverá ser indiciado.
O titular da delegacia de Monte Alegre destacou que não poderia repassar muitas informações sobre o homicídio, pois ainda
estava realizando procedimentos. O que se sabe é que o vereador teria matado um homem identificado como José
Adenilson Fernandes da Silva, de 37 anos, por volta das 20h30 desta terça-feira, no próprio município de Vera Cruz.

Portal bo

Operação do MP prende acusados de fraudes na saúde do município de Natal, Batizada de Assepsia

· 0 comentários

ação cumpre mandados de busca e apreensão e de prisão em secretarias municipais de Natal.

Por Thyago Macedo do portalbo

A Operação Assepsia, deflagrada na manhã desta quarta-feira (27), pelo Ministério Público, tem como principal objetivo
desarticular um esquema de fraudes na saúde do município de Natal. A ação, que conta com apoio da Polícia Militar, cumpre
mandados de busca e apreensão contra várias pessoas, inclusive, contra o ex-secretário de saúde Thiago Trindade, o atual
secretário de Planejamento, Antônio Lina, bem como o procurador municipal Alexandre Magno.
De acordo com o Ministério Público Estadual, são investigadas as contratações do
Instituto Pernambucano de Assistência e Saúde (IPAS), entidade que primeiro
administrou a UPA do bairro de Pajuçara, do Instituto de Tecnologia, Capacitação e
Integração Social (ITCI), contratado para gerir o Projeto Natal contra a Dengue, e
também da Associação Marca para Promoção de Serviços, atualmente responsável
pelos contratos de gestão da UPA Pajuçara e dos Ambulatórios Médicos
Especializados (AMES) mantidos pelo Município de Natal.
Segundo as investigações, as entidades contratadas pelo município teriam sido previamente escolhidas pelo então Secretário
Thiago Barbosa Trindade e pelo Procurador do Município Alexandre Magno Alves de Souza, que teriam manipulado os
processos de qualificação e de seleção das entidades para viabilizar a celebração de contratos de gestão com o Município de
Natal.
Ainda segundo informações repassadas pelo MP, a investigação também demonstrou que as entidades contratadas pelo
município inseriram despesas fictícias nas prestações de contas apresentadas à Secretaria Municipal de Saúde, como forma
de desviar recursos públicos. E que essas prestações de contas jamais foram glosadas ou conferidas pelas autoridades
contratantes.
*Com informações do MP/RN

Justiça decide que Governo tem que nomear concursados

· 0 comentários

A desembargadora em substituição Fátima Soares deferiu, em parte, o pedido de suspensividade requerida pelo
Governo do Estado com relação ao concurso do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RN) e entendeu que o
melhor para o interesse público é a nomeação paulatina de todos os candidatos aprovados.
“Analisando a situação fática, entendo que não só que o prazo conferido à Administração para proceder à nomeação
dos aprovados é exíguo, como considero que a retirada, dentro desse prazo, de todos os terceirizados e estagiários
que se encontram ocupando os cargos públicos no DETRAN/RN é temerária, por não conferir oportunidade aos
recém nomeados de se adequarem à função que deverão desempenhar.
Assim, considero que melhor atenderá ao interesse público, a nomeação paulatina de todos os candidatos
aprovados, feita da seguinte forma: a nomeação de 1/3 dos aprovados a cada 60 dias, de modo que, dentro de 180
dias, todos os aprovados no concurso tenham sido devidamente nomeados para os cargos a que concorreram”,
destacou a desembargadora em substituição, Fátima Soares.
Em sua defesa, o Estado argumentou que encontra-se no limite prudencial de suas despesas com pessoal, de modo
que não haveria como proceder, neste momento, à nomeação dos servidores. Declarou ainda que haveriam outros
impedimentos de ordem constitucional e legal para concessão do direito pretendido.
Para a magistrada, essas dificuldades apontadas pelo Estado podem ser facilmente afastados com base no
fundamento de que a simples previsão, no edital do concurso, de número certo de vagas, já denotava, desde sua
abertura, a existência dos recursos orçamentários suficientes à nomeação dos aprovados.
“Ainda que esteja o Estado dentro do limite prudencial de suas despesas com pessoal, a própria Lei de
Responsabilidade Fiscal excetua de tal limite as despesas com pessoal decorrentes de decisão judicial, conforme
consta do seu artigo 19, inciso IV, § 1º”, disse a juíza.
Com informações do TJRN.

Coronel da PM critica Direitos Humanos e Defensoria Pública

terça-feira, 26 de junho de 2012 · 0 comentários

O comandante-geral da PM (Polícia Militar) no Estado de São Paulo, o coronel Roberval Ferreira França, criticou entidades públicas e privadas que ignoraram, até o momento, o assassinato de 39 policiais militares neste ano. O ex-responsável pelo policiamento no Grande ABC foi curto e direto ontem, durante pronunciamento à imprensa, em São Paulo: "Lamento a falta de apoio dos Direitos Humanos e da Defensoria Pública".

Antes, porém, agradeceu a menção de solidariedade recebida do Instituto Sou da Paz, organização da sociedade civil para prevenção da violência.

Na prática, representantes da Defensoria quanto dos Direitos Humanos costumam criticar as ações da polícia que culminam com mortes de suspeitos ou criminosos. O Diário não localizou as instituições.

Roberval defendeu a necessidade de revisão do limite da maioridade penal (16 anos), além dos critérios de saída temporária de presos e da progressão de apenamento.

Dos 39 casos, a Polícia Civil prendeu seis suspeitos. "Apuramos a autoria. A motivação vem depois", disse o diretor do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), ao responder se os casos podem ser vinculados ao crime organizado.

Postado em: dgabc.com.br

A voz da Pec 300: Major Fábio volta ao Congresso Nacional na quarta feira

· 0 comentários




PREGO BATIDO PONTA VIRADA: defensor da PEC 300 volta à cena política na próxima quarta e enterra possibilidade de disputar Prefeitura de João pessoa.

Com daarcada já para tomar posse no Congresso Nacional, o famoso defensor da PEC 300, deputado Major Fábio (DEM) vai voltar à cena política na próxima quarta-feira (27), graças a um pedido de licença do deputado federal Romero Rodrigues (PSDB), que sai de cena para se dedicar à campanha em Campina Grande. Com a dança das cadeiras, o democrata acaba enterrando de vez a possibilidade de disputar à prefeitura da Capital esse ano. A expectativa é que o partido do ex-senador Efraim Morais (DEM) se uma mesmo ao PSB e emplaque Eitel Santiago na vice da pré-candidata Estelizabel Bezerra.

A passagem de Major Fábio deve durar 120 dias.
De acordo com Romero, a decisão de se licenciar do mandato, é uma forma encontrada para que o processo eleitoral não atrapalhe suas atividades como parlamentar, bem como, que atuação como parlamentar, não prejudique seus compromissos na Câmara Federal. “Achei melhor tirar essa licença, porque tenho que me dedicar exclusivamente à campanha eleitoral nos próximos 120 dias. Além do mais, não seria ético, e nem correto com o erário público, permanecer recebendo a remuneração de deputado no período em que não vou poder me dedicar às atividades como parlamentar”, argumentou.

Romero Rodrigues disse que a decisão de se licenciar do mandato tem o respaldo no próprio regimento interno da Câmara dos Deputados, que limita o período de 120 dias – o correspondente a quatro meses – para pedido de licença para tratar de assuntos particulares, como é o caso. O parlamentar argumentou o pedido de licença como forma de não prejudicar suas atividades parlamentares, nem a campanha eleitoral, que terá início assim que o registro de candidatura for homologado, ou seja, a partir de 6 de julho.

“Por enquanto não sou candidato e nem há campanha. Assim continuo na titularidade do mandato, até a próxima semana, participando das sessões e reuniões das comissões. Mas, quando começar a campanha de fato, será difícil conciliar as duas coisas. Por isso, decidi me licenciar antes mesmo da realização da convenção do nosso partido, na qual serão homologadas as candidaturas e alianças do PSDB para as eleições deste ano em Campina Grande”, comentou o deputado.

Romero Rodrigues disse, ainda, que como possuir um mandato muito atuante, e vem sendo avaliado de forma positiva pela assiduidade e participação, não vai querer manchar sua ficha parlamentar por conta da campanha eleitoral, ou seja, falta às sessões e reuniões das comissões que participa. “Não iria me sentir bem, tendo que dividir um tempo entre o mandato na Câmara e os compromissos de campanha”, comentou.
Ontem à noite, Romero participou de uma reunião em Campina Grande com pré-candidatos a vereador. Também estiveram presentes o suplente de senador, Ivandro Cunha Lima, vereadores e lideranças.

Na semana passada o deptuado Major Fábio chegou a anunciar que o DEM iria lançar candidatura própria na Capital, inclusive lembrou na ocasião que já estava com toda a documentação pronta para registrar a candidatura junto ao Tribunal Regional Eleitoral. Como agora tem a oportunidade de voltar a titularidade, Fábio deve declinar da postulação e aproveitar os três meses na Câmar apara reascender a luta em prol da PEC 300, que é o piso nacional para os policiais e bombeiros de todo o país.

FONTE - PB AGORA
via qthdanoticia.blogspot.com

Polícia procura perigosa quadrilha que age na região Oeste do RN

· 0 comentários






Por Sd PM J. Júnior
Fonte: Sidney Silva
Qualquer informação sobre o paradeiro desses homens pode ser repassado para a polícia, e sua identidade não será revelada. O bando é bem articulado e formando há muitos anos por homens extremamente perigosos segue agindo na região oeste do Rio Grande do Norte. Os crimes praticados por eles vão desde assaltos a banco, até execuções, e as que mais repercutiram foram as praticadas contra a família Veras na região de Campo Grande e Janduis.
A Polícia Civil começou a investigar um atentado promovido contra o empresário José Wilson Praxedes. Na mesma ação também ficou feriu a filha dele, de 16 anos. Foi na manhã do dia 14 de novembro de 2011, no centro da cidade de Caraúbas. No local, foram encontradas capsulas de diversos calibres como Rifle 44 do papo amarelo, 9mm, Ponto 40, Fuzil 5.56 e 7.62.
Em contato com o Blog, o delegado Odilon Teodósio, disse que identificou o bando, mas, agora precisa prendê-los. “No dia do atentado na residência de Wilson Praxedes, também eles usavam uma caminhonete que foi roubada no interior de Pernambuco“, disse. Só contra a família Praxedes, o bando investiu três vezes. O roubo da caminhonete aconteceu na cidade de Belo Jardim/PE. Um dos responsáveis foi preso. Ele foi identificado como Weildson Vicente Gomes, que está preso.
Na mesma investigação, a polícia descobriu o envolvimento de outro membro do bando. Trata-se de José Pereira. Este foi detido em Caicó, no dia 08 de março. Diante das informações colhidas em depoimentos dos dois presos, a polícia conseguiu elaborar uma lista com os nomes do bando. São eles: PEDRO DE BENEDITA, RÉGIS WAGNER DE LIMA (BOY REGY), NEGO VELHO, ENIRAN LOPES, IVANILDO DE ZÉ DA BARRAGEM, SANDRO E JOSÉ PEREIRA, (ZEZINHO).
O bando é liderado por BOY REGY e Pedro de Benedita. Ambos são foragidos da Justiça. Eles são conhecidos como a “quadrilha do fuzil“.
A prisão de José Pereira, em Caicó, no dia 08 de março, aconteceu um dia depois que seus comparsas tinham deixado a cidade. Ele retornou sozinho, e foi quando os policiais o capturaram. O objetivo da estadia o bando em Caicó, nunca foi revelado pela polícia. No dia de sua prisão, o Blog recebeu informações de que ele teve participação na morte de Antônio Veras.
Comento: O bando não foi formado agora. Eles estão articulados e praticando ações criminosas desde a época de José Valdetário Benevides.



via qthdanoticia.blogspot.com

Bandidos ainda em fuga voltam a agir e tomam moto de assalto próximo a Cruzeta

· 0 comentários

O bando de assaltantes ainda em fuga na Região de São José do Seridó e Cruzeta voltaram a desafiar a Policia e tomaram uma moto de assalto na manhã desta segunda-feira na zona rural da cidade de Cruzeta.

De acordo com a Policia a moto roubada tem placa NOA 8453 Honda 150 de cor preta e pertence a uma pessoa conhecida como Geraldinho moto-taxi foi tomada de assalto na estrada rural que liga Cruzeta a Florânia, local onde os assaltantes estavam fugindo da ação criminosa na ultima sexta-feira.

Após tomarem a moto os bandidos empreenderam fuga no sentido Cruzeta a Acari e a Policia Militar está toda mobilizada mais uma vê a procura dos criminosos.

Na ação desta manhã de segunda-feira a vitima ainda chegou a reagir e foi ferida com uma coronhada na cabeça.
As informações continuam chegando da cidade de Cruzeta e dão cont de que um dos assaltantes que estão em fuga foi ferido durante o assalto a um mototaxi na manhã de hoje na zona rural da cidade de Cruzeta com destino a Florânia.


De acordo com informações da PM de Cruzeta uma das vitimas do assalto identificada como Chico de Benicio, passageiro da moto, reagiu com muita coragem e acertou várias pedradas na cabeça do assaltante que ficou sangrando mais mesmo assim fugiu junto com o comparsa levando a motocicleta.


A outra vitima do assalto, identificada por Geraldinho Mototaxi, condutor da moto, tambem reagiu e acabou sendo ferido com uma coronhada na cabeça.


Os dois foram socorridos para o Hospital da cidade de Cruzeta e passam bem. A Policia continua a procura dos criminosos.

Eduardo Dantas
via qthdanoticia.blogspot.com

Read more: http://qthdanoticia.blogspot.com/2012/06/bandidos-ainda-em-fuga-voltam-agir-e.html#ixzz1yu4LeTJL

Presos fogem da penitenciária de Alcaçuz

· 0 comentários

Estima-se que 11 presos fugiram, no entanto, o número ainda não é oficial, pois a direção irá realizar uma contagem minuciosa.

Por Thyago Macedo do portal bo
Foto: Thyago Macedo
A rotina de fugas na penitenciária estadual de Alcaçuz continua. Na madrugada desta terça-feira (26), detentos do Pavilhão 3 conseguiram escapar da unidade. Estima-se que 11 presos fugiram, no entanto, o número ainda não é oficial, pois a direção irá realizar uma contagem minuciosa para determinar a quantidade e identificar os fujões.
De acordo com informações repassadas por uma fonte do Portal BO, os detentos cavaram um túnel a partir do pátio do Pavilhão 3 e conseguiram transpor o muro daquele setor. Depois disso, eles rastejaram até a Guarita 3, que estava sem nenhuma fiscalização, cavaram mais um buraco no pé do muro e, dessa forma, tiveram acesso à área externa de Alcaçuz.
Como a penitenciária Estadual de Alcaçuz, localizada no município de Nísia Floresta, fica localizada em cima de uma duna, geralmente, os presos conseguem cavar com facilidade. Além do Pavilhão 3, detentos do Pavilhão 2 também pretendia fugir. Os agentes penitenciários descobriram que eles tinham quebrado as grades de cinco celas para conseguirem escapar.
A falta de policiamento nas guaritas tem sido reclamação constante ao longo dos últimos meses. Segundo a fonte do Portal BO, em alguns dias, a média de guaritas ativadas não passa de quatro, do total que dez que existem naquela unidade prisional, que já foi considerada de segurança máxima.

· 0 comentários

Assaltantes que aterrorizaram o Seridó são fugitivos da cadeia de Picuí-PB



A Policia Militar está nesta noite de segunda-feira,25 a procura do restante do bando criminoso que está aterrorizando na Região de São José do Seridó e Cruzeta e com a prisão do primeiro integrante do bando, O DOCA, a Policia Militar chega cada vez mais perto do restante dos assaltantes. Os Policiais de diversas cidades da região concentram as buscas na Região do Sítio São Bernardo no municipio de Caicó, onde segundo Doca o restante do grupo estaria escondido sendo bem provável que a informação seja verdadeira, já que Doca é conhecido por ser X-9 e sempre entregar seus companheiros quando a casa cai a exemplo do assalto dos Correios de Nova Palmeira/PB.
A população de São José do Seridó e Cruzeta está apavorada desde sexta-feira passada, onde o grupo realizou sequestros e roubo de veículos. Até o momento além do terror só tiros disparados.  Informações boas não serão bem vindas nas próximas horas já que os demais escondidos são homicidas perigosos e não se entregarão fácil a exemplo de Biu de Jaçanã (Jerry Adriano) e Biu de Amadeus (Fernando Batista).Policiais do Grupo Tático de Combate e do Grupo Tático Operacional alem de outras guarnições realizam buscas pelo grupo que ainda está a solta. O assaltante preso teria revelado o paradeiro do restante do grupo que estaria proximo ao São Bernardo.


CONHEÇAM  O PERFIL DAS PEÇAS BOAS QUE ANDAM A SOLTA NAS ESTRADAS E COMUNIDADE RURAL DO SERIDÓ 
Fernando Batista de Souza (Biu de Amadeu) - Homicida com três mortes nas costas

Jerry Adriano (Biu de Jaçanã)- Assaltante da Casa Lotérica de Picuí e Atentou contra a vida de um segurança

Roberto Constantino Dantas (Beto)- Assaltou o Posto de Gasolina de Frei Martinho

Greyguen Rayne da Silva Matos (Latró)- Homicida de Seu Zezito
Edivaldo Ferreira dos Santos (Doca)- Assaltante dos Correios de Nova Palmeira, Causou uma série de assaltos em 15 dias .
 Eduardo Dantas

· 0 comentários


Família de adolescente morta por atropelamento no Planalto pede justiça

Francimara Ferreira, de 15 anos, perdeu uma das pernas e estava em estado grave, mas morreu no Walfredo Gurgel.

Por Sérgio Costa do portalbo.com

Foto: Reprodução / Sérgio Costa
A família da adolescente Francimara Ferreira da Silva, de 15 anos, está angustiada e revoltada. Isso porque a jovem foi vítima de um atropelamento no último dia 17, no bairro planalto, e morreu neste domingo (24). O acidente foi provocado por um motorista que, segundo testemunhas, fazia manobras perigosas na rua Mirassol.

De acordo com a tia de Francimara, Maria Betânia, a adolescente saiu de casa por volta das 8h, acompanhada da irmã, com destino a uma padaria. No meio do caminho, um veículo em alta velocidade perdeu o controle e atingiu a jovem de forma violenta, ao ponto de, com a força do impacto, esmagar uma das pernas da adolescente.
A vítima foi socorrida por paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e o motorista do carro conduzido à delegacia, onde foi ouvido e liberado em seguida. “O que nos deixa ainda mais tristes é o fato de sabermos que acusado foi liberado pela polícia ainda no mesmo dia do acidente. É revoltante”, desabafou a tia.

Após uma semana da ocorrência, a adolescente continuava em estado grave no Hospital Walfredo Gurgel, principalmente, porque houve uma demora para o encontro de uma vaga em leito de UTI. Ainda no final da semana passada, os médicos responsáveis pelo tratamento de recuperação da jovem chegaram a declarar a morte cerebral de Francimara e ela continuou internada na UTI.

No fim da manhã de ontem, os familiares receberam a notícia da morte. Os moradores da rua Mirassol denunciam que o local é usado para rachas entre carros, principalmente nos finais de semana. A qualquer hora do dia é possível flagrar veículos em alta velocidade em uma via que não tem corredor para pedestres.

Carta anônima indica local dos restos mortais de Eliza Samudio, diz advogado

quinta-feira, 21 de junho de 2012 · 0 comentários

O advogado José Arteiro Cavalcante, que representa a mãe de Eliza Samudio no processo sobre o desaparecimento e morte da modelo, disse ter em mãos uma carta anônima indicando o local onde estaria os restos mortais da ex-namorada do goleiro Bruno. De acordo com o defensor, a carta foi recebida por Sônia Samudio nessa quarta-feira (20) em Belo Horizonte, onde ela participou de um programa de televisão. De acordo com Cavalcante, a indicação é que os restos mortais estejam em um poço, que seria um lugar de desova, no bairro Planalto, na Região Norte da capital mineira.

O defensor disse ainda que já havia recebido informação semelhantes e, que agora, vai recorrer à polícia.Na tarde desta quinta-feira (21), a assessoria da Polícia Civil informou que o delegado Wagner Pinto, chefe do Departamento do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), ainda não teve acesso à carta. A polícia já realizou inúmeras buscas pelo corpo de Eliza, desde o desaparecimento em junho de 2010. O sítio do goleiro Bruno, em Esmeraldas, foi vasculhado à procurada de vestígios, assim como a casa do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola, em Vespasiano. Durante a investigação, houve também buscas em lagoas em Belo Horizonte e na Região Metropolitana.

G1

Elíza Samúdio

PF prende dupla com celulares piratas que seriam vendidos no Seridó

· 0 comentários

Na noite de ontem a PF prendeu dois homens com cinco malas cheinhas de celulares piratas prontinhos para serem vendidos em Currais Novos, região do Seridó. Os comerciantes vinham de São Paulo e desembarcaram no Aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim, às onze e meia da noite. O que chamou a atenção dos policiais federais foi o tamanho das malas que eles traziam e o aperreio deles para sair do aeroporto. Com isso os agentes seguiram os rapazes, de 36 anos os dois, até o estacionamento. E quando eles colocavam as malas dentro de um carro, foram abordados. Os homens não reagiram. Disseram o que tinha dentro da mala e de onde tinha vindo. Na bagagem havia estavam 332 celulares, 100 pen drives, 260 cartões de memória, aparelhos de DVDs, filmadoras, câmeras digitais, dentre outros eletrônicos. Tudo sem nota fiscal. Os comerciantes foram presos e levados para a sede da PF, onde foram autuados por descaminho. Que é quase a mesma coisa que contrabando. Só que no descaminho o produto sem nota é comprado aqui no Brasil mesmo, já o contrabando os caras compram fora e cruzam a fronteira.

Jackson Damasceno v&c artigos e notícias

Comandante Geral da PM/RN se reuniu com subtenentes e esclareceu dúvidas dos militares

· 0 comentários

Na manhã desta quinta-feira, 21, o Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, Coronel PM Francisco Canindé de Araújo Silva, reuniu cerca de 100 Subtenentes da PMRN para esclarecer dúvidas sobre promoções e transferência para a reserva remunerada dos graduados.

A reunião contou, ainda, com a participação do Tenente Coronel PM André Gustavo de Morais Vespasiano Borges, Subdiretor de Pessoal da Polícia Militar, o qual explanou sobre os direitos inerentes aos Militares durante a transferência para a reserva remunerada.

Na oportunidade, o Comandante Geral da PMRN ressaltou do benefício da implantação do subsídio para os Subtenentes, os quais, após a implantação da nova forma de remuneração perceberão 50% do subsídio referente ao posto de Coronel PM. "Isso é uma conquista, um avanço", afirmou o Comandante Geral.

Para o Comandante Geral, após a implantação do subsídio, espera-se que alguns Militares solicitem a transferência para a reserva remunerada, abrindo vagas no Quadro de Pessoal da Polícia Militar, principalmente para a graduação de Subtenente PM dando possibilidade de ascensão profissional para os 1º Sargentos PM.

Assessoria PM/RN via qthdanoticia.blogspot.com

Comandante Geral da PM/RN se reuniu com subtenentes e esclareceu dúvidas dos militares

· 0 comentários

Na manhã desta quinta-feira, 21, o Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, Coronel PM Francisco Canindé de Araújo Silva, reuniu cerca de 100 Subtenentes da PMRN para esclarecer dúvidas sobre promoções e transferência para a reserva remunerada dos graduados.

A reunião contou, ainda, com a participação do Tenente Coronel PM André Gustavo de Morais Vespasiano Borges, Subdiretor de Pessoal da Polícia Militar, o qual explanou sobre os direitos inerentes aos Militares durante a transferência para a reserva remunerada.

Na oportunidade, o Comandante Geral da PMRN ressaltou do benefício da implantação do subsídio para os Subtenentes, os quais, após a implantação da nova forma de remuneração perceberão 50% do subsídio referente ao posto de Coronel PM. "Isso é uma conquista, um avanço", afirmou o Comandante Geral.

Para o Comandante Geral, após a implantação do subsídio, espera-se que alguns Militares solicitem a transferência para a reserva remunerada, abrindo vagas no Quadro de Pessoal da Polícia Militar, principalmente para a graduação de Subtenente PM dando possibilidade de ascensão profissional para os 1º Sargentos PM.

Assessoria PM/RN via qthdanoticia.blogspot.com

João Pessoa - PB: Jovens trocam tiros com PM's e são baleados

· 0 comentários

Na madrugada desta quinta-feira (21), por volta das 01h30, dois jovens foram baleados durante uma troca de tiros com policiais militares do 5º BPM e Batalhão Ambiental.

Policiais da Força Tática estavam fazendo rondas pelo bairro de Mangabeira quando perceberam dois homens em atitude suspeita. No momento que a guarnição se aproximou, os rapazes que estavam armados tentaram fugir em uma motocicleta efetuando tiros contra os PM's. Os policiais iniciaram uma perseguição e nas imediações da comunidade do Timbó o garupa foi baleado na perna, logo em seguida, caindo da moto.

Ferido, o menor e uma arma foram apreendidos. Diego dos Nascimentos de Oliveira, 18 anos, foi atingido pelos disparos e foi preso no Timbó. José Carlos Barbosa Duarte Júnior foi detido porque estava guardando dentro de casa objetos dos acusados.

Diego dos Nascimentos está internado e custodiado no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. O menor, que sofreu um tiro de raspão, foi encaminhado para a Delegacia do Menor.

Do blog com informações de Hyldo Pereira - Portalcorreio

Ronda cidadã pende casal com 800 gramas de maconha

quarta-feira, 20 de junho de 2012 · 0 comentários

Policiais da Ronda Cidadã, lotados no 4º Batalhão, prenderam na tarde desta terça-feira (19) um casal acusado de tráfico de drogas. Marcos Paulo de Oliveira Melo, de 20 anos, e Gilmara Alvesde Lima, de 23 anos, estavam parados em uma rotatória na avenida Castelo Branco, no loteamento Nova República, quando foram surpreendidos pela polícia.

De acordo com o tenente Roberto, oficial de serviço da área, a viatura 426 realizava uma patrulhamento de rotina no local quando avistou o casal que no momento que viu a guarnição apresentou atitude suspeita o que levou os policiais a realizarem uma abordagem.

Na averiguação foram encontrados cerca de 800 gramas de maconha dento de uma bolsa que estava de posse de Marcos, além de uma balança de precisão. " Quando eles viram a viatura ficaram nervosos e se mostraram preocupados com a presença dos policiais. Imediatamente houve a suspeita e abordamos", relatou.

Ainda no local, os acusados revelaram paraa polícia que a droga foi entregue por um homem que eles não sabem dizer quem é e que compraram no valor de mil reais. Gilmara disse aos policiais que comprou o produto há dois dias e que os tabletes estavam escondidos dentro de uma residencia também localizada no loteamento.

Marcos e Gilmara foram levados para a sede da Denarc, onde serão ouvidos e autuados no artigo 33º da Lei 11. 343, tráfico de drogas.

Portalbo.com

Detento é flagrado com meio quilo de maconha dentro da penitenciária

· 0 comentários

Agentes da Penitenciária Agrícola Mário Negócio em Mossoró, flagraram no final da tarde de terça feira, 19 de Junho de 2012, um detento portando droga dentro da Penitenciaria.

Luiz Veríssimo Filho, 36 anos de idade, foi flagrado pelos Agentes, tentando esconder “”Meio Kilo”” de maconha em um dos pavilhões do Regime Semi aberto do presídio onde o mesmo é condenado e cumpre pena de 11 anos acusado por roubo e assalto. Luiz está detido há três anos e já gozava do beneficio da progressão de regime.

Luiz foi encaminhado para a delegacia do Alto de São Manoel e apresentado ao delegado de plantão. O mesmo deverá ter acrescentado a sua pena, Trafico e associação ao trafico de droga.

A Direção acredita que parte da droga seria repassada para detentos do regime fechado e o restante dividido entre os do semi aberto.

Nota: O Regime Semi aberto da Mario Negocio, não existe muros. Uma cerca de arames feita na época da construção do presidio, não existemais. Existem denuncias, que presos saem a noite e nos finais de semana para as festas nas comunidades vizinhas ao presidio. Eles saem no inicio da noite, logo após a contagem e só chegam pela manhã, momentos antes da contagem.

O Câmara

SP, Colete salva vida de policial em tiroteio

· 0 comentários

Um policial militar foi salvo pelo colete à prova de bala durante troca de tiros com criminosos, por volta das 22h30 de terça-feira (19), na rua São José de Serzedelo, no bairro do Jaçanã, zona norte da capital paulista. Ele foi baleado no peito, mas o tiro parou no colete. O policial foi levado para o HPM (Hospital da Polícia Militar) com ferimentos leves e passou por exames. Um suspeito também foi atingido. Ele foi socorrido e levado para o pronto-socorro do Hospital São Luiz Gonzaga, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo a PM, policiais realizavam patrulhamento de rotina quando abordaram alguns rapazes que estavam em uma calçada. Ao perceberem a aproximação policial, um deles sacou o revólver e atirou, baleando um dos policiais. Os criminosos começaram a ser perseguidos a pé, até o momento em que ocorreu a troca de tiros, onde um dos bandidos foi atingido. Os outros conseguiram fugir. O caso aconteceu na área do 73º Distrito Policial do Jaçanã, onde a informação passada era a de que a ocorrência foi encaminhada para o DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa).

Da Agência Record

Tráfico proíbe venda de crack no RJ

· 0 comentários

O tráfico de drogas vai proibir a venda de crack nas favelas do Jacarezinho, Mandela e de Manguinhos. A informação foi publicada na coluna de Ancelmo Gois de hoje com a foto acima. A medida, decidida pela maior facção do tráfico no Rio, ocorre dois meses depois de lançado no Rio o programa "Crack, é possível vencer" -- do governo federal. A ordem de proibir a venda de crack partiu de chefes do tráfico, que estão presos. A informação vinha circulando pelas comunidades, mas ontem pela primeira vez apareceu o cartaz anunciando a proibição, "em breve", ao lado da cracolândia da favela Mandela, na Rua Leopoldo Bulhões, na chamada Faixa de Gaza. Os traficantes ainda têm ali cerca de dez quilos de crack. Cada pedra custa R$ 10,00. Há informações de que os criminosos temem que a Força Nacional de Segurança ocupe aquelas favelas, como ocorreu na comunidade Santo Amaro, no Catete, onde está há um mês e já apreendeu 1.513 pedras. -- Gostaria que essa decisão se espalhasse por todas as favelas do Rio porque o crack é uma droga devastadora e tem produzido só dor e sofrimento -- diz o líder do Rio de Paz, Antônio Carlos Costa, que desde 2009 faz trabalhos sociais na Mandela. Durante muito tempo o crack era vendido apenas em São Paulo. Dizia a lenda que os traficantes do Rio não queriam produzir "zumbis". Dependentes de crack vivem nas imediações das bocas de fumo, atraindo a atenção da mídia e de operações do poder público. O tráfico no Rio alegava que a clientela de crack --miserável -- traria problemas à venda de maconha e cocaína, mas capitulou após supostas alianças com a facção paulista, e começaram a oferecer o entorpecente vendido junto com a cocaína. O combate ao crack virou uma questão de honra para o governo Dilma, que anunciou investimentos da ordem de R$ 4 bilhões no programa lançado em dezembro do ano passado. A grande dificuldade, segundo o ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, é a falta de pessoal capacitado para lidar com os dependentes de crack em todo o país. No Rio o programa foi implantado em abril, com a participação do governo do estado e da prefeitura. Só no Estado do Rio, a previsão de verbas da União é de R$ 240 milhões. De alguma forma a prioridade dada pelo governo ao combate ao crack chegou ao conhecimento dos chefes da maior facção criminosa, que vende a droga nas favelas. Um sinal de que o governo federal vai combater com firmeza o problema pode estar no envio da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) ao Rio, apesar do desinteresse inicial manifestado pelo governo do estado. No domingo fez um mês que integrantes da Força Nacional de Segurança -- a tropa de elite subordinada ao Ministério da Justiça -- ocuparam a comunidade de Santo Amaro, que ainda não foi pacificada, na Zona Sul do Rio. Em um mês de ocupação, a Força Nacional realizou na favela 6.929 abordagens e apreendeu 650 papelotes de cocaína, 1513 pedras de crack, 840 gramas de maconha. Além disso, foram recolhidas munições, explosivos e armas.

Durante 180 dias, serão realizadas ações de polícia ostensiva, judiciária, bombeiros e perícia, em apoio às Secretarias de Saúde, Assistência Social e de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, nas áreas onde serão desenvolvidas as ações de implantação do Programa Crack, é Possível Vencer. Nas favelas de Manguinhos, traficantes foram informados que a área poderia ser ocupada pela Força Nacional se o crack não fosse retirado de lá. Isso pode ter motivado a decisão dos traficantes. A decisão agradou muitos moradores da favela Mandela. Eles são testemunhas diárias do estrago causado pelo crack na comunidade. No Jacarezinho é possível ver usuários de crack na entrada da favela, mesmo por quem passa no asfalto. As operações policiais têm sido recorrentes, mas o problema está longe de ser resolvido. Há três anos fazendo trabalhos sociais na favela Mandela, o líder do Rio de Paz, Antônio Carlos Costa, afirma que tem visto a tragédia causada pelo crack na comunidade. Ele lembra que já teve que solicitar ajuda da Justiça para levar a um abrigo três crianças que eram abandonadas pelos pais, usuários de crack. A ONG Rio de Paz -- que nasceu envolvida cm a redução de homicídios --tem um projeto social, que prevê a construção de uma padaria-escola e o apadrinhamento de crianças por famílias de classe média -- até a universidade. Assista ao vídeo em que Antônio Carlos entrevista dona Veruska, uma usuária de crack. Ela confessa que é "uma droga maldita": -- Eu fumo para deitar e acordo para fumar -- diz a moradora da favela Mandela.

Fonte:O Globo Blogs Via policialbr.com

Número de munições desviadas no Rio de Janeiro entre 2000 e 2010 chegou a 32.696

· 0 comentários

O número de munições desviadas das forças policiais e militares no Estado do Rio de Janeiro entre 2000 e 2010 chegou a 32.696, segundo a apuração da CPI da Assembleia Legislativa que investigou o tráfico de armas. Não há dados consolidados sobre recuperação do material subtraído. Leia também: Rio teve 1.580 armas desviadas de órgãos públicos entre 2000 e 2010 Só a Aeronáutica teve 20.040 balas desviadas. Um dos maiores roubos ocorreu em fevereiro de 2010 quando 2 mil munições para pistolas nove milímetros foram desviadas do 3º Comando Aéreo Regional (3º Comar), no centro do Rio. Já no Exército houve desvio de 11.373, sendo cerca de 9 mil delas subtraídas em dezembro de 2007 do Depósito Central de Munição, em Paracambi, na região metropolitana. Segundo a CPI, a PM teve 466 munições desviadas no período sendo 215 cartuchos calibre 5,56 mm (fuzil), 140 calibre 7,62 mm (fuzil) e 140 calibre 40 (pistola).

Já na Marinha, foram 817 projéteis subtraídos. Vinte foram recuperados.

Ao contrário do que ocorreu com as armas, a área pública superou a privada em número de desvios. O setor particular perdeu 10.730 balas no mesmo período.

Agentes suspeitos O relatório da CPI das Armas também levantou que, entre 2000 e 2010, ao menos 2.024 pessoas foram indiciadas, processadas ou presas entre 2000 e 2010 pelo crime de tráfico de armas no Estado.

Dentre elas, há 82 policiais militares, 32 bombeiros militares, 29 policiais civis, quatro agentes penitenciários, três policiais federais, 88 membros das Forças Armadas (65 do Exército, 12 da Marinha, 11 da Aeronáutica), dois guardas municipais e 250 civis, além de 1.531 pessoas sem qualificação. Os nomes dos suspeitos não foram citados no relatório devido à possibilidade de terem sido inocentados ou ainda não julgados. Números podem ser maiores Coordenador da CPI das Armas, o delegado da Polícia Civil do Rio Vinicius George afirmou ao iG que o número de desvios de armas e munições de forças policiais e militares pode ser ainda maior do que o citado no relatório.

Segundo ele, houve corporações que não passaram dados confiáveis e outras que demonstraram falta de controle interno do armamento.

"As informações passadas pela PM foram frágeis. Os bombeiros não passaram informação alguma. Já outros órgãos, como a Polícia Civil, tiveram boa vontade em informar mas apresentaram um nível de desorganização grande em seu controle interno. Não havia banco de dados informatizado, controle de distribuição pelas unidades. Somente as Forças Armadas apresentaram dados mais precisos. O número desviado é maior do que o citado no relatório, com certeza. Não diria o dobro, mas é difícil fazer uma estimativa", disse

O delegado explicou que devido a baixa qualidade nas informações, por exemplo, não foi possível fechar um número sobre o número de explosivos desviados, como granadas, por exemplo.

George declarou que o número de armamentos e munições desviados não o surpreendeu e que é impensável dizer que, no caso dos desvios, não houve a participação de alguém das próprias corporações.

"As informações costumam vir de alguém de dentro. Um policial que trabalhava no depósito central de armas da PM e ficava responsável por receber todo o armamento e distribuí-lo era envolvido com traficantes. Munições que foram desviadas de batalhões da PM foram usadas no assassinato da juíza Patrícia Acioli", disse ele citando alguns casos de participação de policiais nos desvios.

Segundo ele, os desvios podem ser por roubo ou furto e os destinos são sempre traficantes, bicheiros, milicianos ou para cometimento de crimes pelo próprio responsável pela subtração do material.

A respeito do baixo índice de recuperação das armas desviadas verificado pelo relatório, Vinicius George disse também não ter ficado surpreso. Segundo ele, a deficiência no controle interno dos armamentos e munições também compromete o papel do Estado na fiscalização do mercado privado, da onde ocorreu o maior número de desvios

"Se o Estado não consegue controlar o que está dentro, quem dirá do que está fora. Como é que o próprio vai fazer um controle eficaz do mercado privado, desde a fabricação até a venda nas lojas. ", declarou.

George explicou ainda que, apesar do desvio de armas ser maior no mercado privado, ele é mais qualitativo nos órgãos públicos.

"A maioria dos desvios na iniciativa privada é de armas curtas enquanto nos órgãos públicos saem muitos fuzis", argumentou. No ano passado, embora os dados não tenham sido totalizados, surgiram notícias de desvios de armas e munições públicas. Uma delas foi de um fuzil que desapareceu dos quadros da Força de Pacificação do Exército que atuava nos complexos do Alemão e da Penha, na zona norte. O outro caso foi de uma investigação que apontou um PM do Bope (Batalhão de Operações Especiais) envolvido no desvio de munições da polícia. Os projéteis, de acordo com a apuração, teriam sido negociados com traficantes do município de Itaboraí, na região metropolitana. Houve ainda um caso do desaparecimento de munições do Batalhão Escola de Comunicações do Exército, na Vila Militar, em Deodoro, na zona oeste da capital.

Mario Hugo Monken, iG Rio de Janeiro via policialbr.com

Rio de Janeiro teve 1580 armas desviadas de órgãos públicos em dez anos

· 0 comentários

As instituições policiais estaduais e federais, além das Forças Armadas, tiveram ao menos 1.580 armas desviadas no Estado do Rio de Janeiro no período entre 2000 e 2010. As informações constam do relatório da CPI da Assembleia Legislativa (Alerj) que investigou o tráfico de armas no Estado e foi concluída em dezembro do ano passado. Todas os dados foram enviados aos parlamentares pelas corporações por meio de ofícios. A Comissão foi presidida pelo deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL). Das 1.580 armas que foram subtraídas das polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal, além da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária, Exército, Marinha e Aeronáutica, há informações de que apenas 96 foram recuperadas, ou seja, um percentual de apenas 6%. O número de armas desviadas de forças públicas, no entanto, é pequeno se comparado aos roubos ocorridos na iniciativa privada no período. Segundo o relatório, entre 2000 e 2010, foram subtraídas 7.332 armas. Polícia Civil lidera Segundo o relatório, a Polícia Civil foi o órgão que teve o maior número de armas desviadas no período. Foram 638, sendo que 549 pertenciam ao patrimônio original da polícia e outras 89 que estavam acauteladas e foram incorporadas.

De acordo com a CPI, apenas 19 armas foram recuperadas. Entre as armas desviadas, estariam três fuzis que foram levados no dia 3 de abril de 2010 do posto de Polícia Técnica, em Campo Grande, na zona oeste da capital. As armas, segundo as investigações, teriam sido vendidas a traficantes de drogas. Agentes estariam envolvidos.

No Estado do Rio de Janeiro. Em muitos casos, armamento oficial é achado com criminosos

PM não informa recuperação A PM, de acordo com a CPI, teve 607 armas desviadas entre 2000 e 2010. Segundo o relatório, a corporação não informou se alguma delas foi recuperada. Em muitos casos, as armas da corporação foram roubadas durante ataques de bandidos a PMs nas ruas.

Uma das situações ocorreu em 17 de janeiro de 2010 quando criminosos metralharam PMs que estavam em uma viatura na avenida Paulo de Frontin, na Cidade Nova, na região central da capital, e levaram um fuzil. Um policial morreu. A Aeronáutica, segundo o documento da CPI, perdeu 133 armas no período, entre fuzis, pistolas, submetralhadoras, espingardas, revólveres e até um mosquetão. O relatório da Comissão Parlamentar indica que 24 armas foram recuperadas (22 fuzis e duas pistolas). Um dos casos de desvio de maior repercussão ocorreu em maio de 2004 quando cinco homens armados, contando com a suposta ajuda de militares, roubaram 22 fuzis do Depósito de Aeronáutica, na avenida Brasil, em Bonsucesso, na zona norte da capital. Dois destes fuzis foram recuperados em Recife com uma quadrilha de assaltantes de banco. Cedidos à PM, fuzis do Exército foram desviados O Exército teve 75 armas desviadas entre 2000 e 2010, segundo a CPI. A corporação listou no material subtraído dez fuzis que foram cedidos à PM e que acabaram roubados dos 9º BPM (Rocha Miranda, zona norte), 6º BPM (Tijuca, zona norte), 22º BPM (Complexo da Maré, zona norte), 3º BPM (Méier, zona norte) e BPVE (Batalhão de Policiamento em Vias Especiais). O relatório da Comissão indica que 41 armas foram recuperadas pela corporação. Em março de 2006, dez fuzis foram roubados do Estabelecimento Central de Transportes do Exército (ECT), em São Cristóvão, na zona norte. Para tentar recuperá-los, a corporação fez operações em várias favelas da capital. Os fuzis apareceram poucos dias após o roubo na divisa entre as favelas da Rocinha e do Vidigal, na zona sul. Dois militares apontados como suspeitos de envolvimento no desvio foram expulsos do Exército e condenados pela Justiça Militar. Marinha Dados do relatório da CPI indicam que a Marinha teve 40 armas desviadas no período estudado. Apenas oito foram recuperadas. Um dos casos mais conhecidos foi o do ataque à estação de rádio da corporação, na rodovia Washington Luís, em agosto de 2002. Na ocasião, os bandidos roubaram seis fuzis. Os parlamentares conseguiram também a informação de que 17 armas foram desviadas dos quadros da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) e apenas três foram recuperadas. Todas essas armas, de acordo com a CPI, foram cedidas por outros órgãos. A Polícia Rodoviária Federal (PRF), segundo a CPI, perdeu 70 armas entre 2000 e 2010. Apenas uma foi recuperada. O relatório indicou ainda que a PF (Polícia Federal) teria registrado, no período estudado, cinco ocorrências de desvios de armas acauteladas na Superintendência do órgão, no Rio. No entanto, a quantidade de armas levadas não foi informada aos parlamentares. Veja abaixo o infográfico com o número de desvios por arma e por corporação no Rio entre 2000 e 2010:

Mario Hugo Monken, iG Rio de Janeiro via Policialbr.com

CE: PMs respondem por infrações de trânsito dirigidas a veículos oficiais

terça-feira, 19 de junho de 2012 · 0 comentários

Uma informação chegada ao conhecimento público, causou surpresa nos meios populares segundo a qual motoristas de viaturas que prestam atendimento de segurança e socorro respondem pelas multas dirigidas a esse tipo de veículo oficial. Ou seja, nos casos de emergência para socorrer alguém que precisa ou perseguição a algum criminoso, o motorista da viatura está obrigado a seguir rigorosamente as leis de trânsito. Sirene e intermitentes só para abrir caminhos pois o sinal vermelho deve ser obedecido.

No caso de multa, esta chega para o motorista se defender perante o DETRAN (Departamento de Trânsito) ou Demutran (Departamento Municipal de Trânsito). Caso não logre êxito nas suas argumentações, o militar vai ter que pagar a multa com dinheiro do seu próprio bolso. A informação foi dada ao Site Miséria por um dos membros do Corpo de Bombeiros e confirmada, anonimamente, por um Soldado do Ronda do Quarteirão.

Ou seja, apressar, por exemplo, a marcha de uma viatura do GSU para socorrer alguém que foi atropelado no trânsito em via pública pode resultar em prejuízo para o bolso do motorista caso ultrapasse algum foto sensor com a velocidade acima da permitida. O mesmo pode ser dito em relação a militares que dirigem viaturas da PM quando estiverem perseguindo alguém acusado de furto, roubo, tráfico de drogas ou que tenha praticado lesão corporal ou homicídio.

Para o comerciante Alindo Matos é algo sem sentido por limitar a ação da polícia na garantia da ordem pública. Ele disse ter conhecimento da atitude do estado mesmo sabendo que alguma infração praticada não parte da displicência ou indisciplina do militar. Um soldado que pediu para não ser identificado falou que a grande maioria das multas é em situações de urgência e nem todas são revogadas quando o prejuízo fica com o motorista do carro oficial.

FONTE: Miséria no dia 19.06.2012 via policialbr.com

Juiz que denunciou cachoeira exige carro blindado e viagem pro exterior

· 0 comentários

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região divulgou ofício em que o juiz Paulo Augusto Moreira Lima, que autorizou escutas da Operação Monte Carlo e também a prisão do bicheiro Carlinhos Cachoeira, pede para deixar o caso e se diz sob ameaça. O magistrado foi afastado do processo nesta semana. No pedido encaminhado à Corregedoria do TRF-1, feito no dia 13 de junho, o juiz Paulo Augusto relata que havia solicitado, em fevereiro, carro blindado mesmo em horário fora do expediente e viagem de três meses para o exterior a partir de setembro. A justificativa foram ameaças sofridas por ele e familiares. "Em fevereiro de 2012, requeri a esta Corregedoria autorização para uso do veículo blindado desta seção fora do horário do expediente", afirma o juiz no texto. Ele ainda acrescenta: "Formulei requerimento de férias com a cumulação de 3 períodos a serem gozados a partir de setembro por questões de segurança, haja vista a necessidade de me afastar do país no período". O juiz alega que, depois de deflagrada a Operação Monte Carlo, familiares foram procurados "em sua própria residência, por policias que gostariam de conversar a respeito do processo atinente à Operação (...) em nítida ameaça velada, visto que sabem quem são meus familiares e onde moram", afirma o magistrado. A Operação Monte Carlo, comandada pela Polícia Federal, investigou relações entre agentes públicos e quadrilha que atua na exploração do jogo ilegal em Goiás. As investigações levaram à prisão, entre outros, de policiais militares do estado. Paulo Augusto Moreira Lima revela ainda no ofício que foi orientado pela Polícia Federal a "não frequentar bares, restaurantes" e obedecer a "outras várias restrições". O juiz diz também que delegados da PF alertaram que ele corre maiores riscos no segundo semestre, "quando poderá ocorrer alguma represália pela atuação no processo". Para o magistrado, aumenta o nível de periculosidade da quadrilha o fato de que "há crimes de homicídio provavelmente praticados a mando por réus do processo da Operação Monte Carlo". O juiz Paulo Augusto Moreira Lima ainda acrescenta, em seu pedido para deixar o processo, que está em "situação de extrema exposição junto à criminalidade do estado de Goiás" e que tem sofrido, desde a deflargração da Operação, problemas de saúde, como "pressão alta, insônia e doenças causadas por brusca queda de imunidade".

Do G1, em Brasília

PEC300 - Renan Calheiros diz que criminalidade cresceu mais de 200% em Alagoas desde 1999

· 0 comentários

O senador Renan Calheiros, líder do PMDB, participou, a convite do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, de reunião nesta quinta-feira, 14, com representantes do governo do Estado e de outros poderes alagoanos, para discutir o Plano de Segurança a ser implantado em Alagoas, através de parceria com o governo federal. Renan informou que a reunião foi provocada pelo governador Teotonio Vilela que, em carta à presidente Dilma Rousseff, relatou dramaticamente a grave situação da segurança público e os índices alarmantes que colocam o Estado como o terceiro do mundo em criminalidade. “O governador está preocupado, porque está vendo a mobilização da sociedade, que pede um basta ao avanço descabido da criminalidade no nosso Estado”, avaliou Renan, lembrando da necessidade da aprovação imediata do projeto que estabelece o piso salarial nacional para as polícias. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC 41/08), de autoria de Renan, fixa o piso salarial para as polícias e o Corpo de Bombeiros. Esta PEC foi apensada à PEC 300, que tramita na Câmara dos Deputados. “Ela não pretende, por si só, extinguir com a violência, mas teria um impacto muito grande no combate à violência”, pondera. A PEC já foi aprovada por unanimidade no Senado, faltando apenas ser aprovada em segunda votação, na Câmara. O senador disse que, em Alagoas, o índice de homicídios é alarmante. “Eu já havia avisado à presidente Dilma e ela se mostrou extremamente preocupada. Esta será uma oportunidade para, juntos, dar a nossa colaboração, tentarmos minorar os índices e levar a segurança das pessoas, que é obrigação do Estado, para um patamar aceitável”, observou, dizendo da necessidade de, a partir da implantação do plano, haver um monitoramento, para cobrar dos governos o cumprimento das suas obrigações. “O governo federal e o de Alagoas têm que fazer a sua parte”, disse Renan à presidente. Renan Calheiros recordou ao ministro que, na primeira eleição de Téo Vilela ao governo, quando estavam juntos politicamente, a violência começava a crescer em Alagoas. “Naquela época, tínhamos 8.500 policias e hoje temos menos de seis mil. Nas cidades pequenas, são dois policiais, em média, por município. Daí acontece o que se vê todos os dias: os bandidos rendem os policiais, roubam as armas e praticam os assaltos. Em Alagoas, se faz a leitura de que o crime compensa, porque é um Estado sem controle. Precisamos reformular as responsabilidades e rediscutir fontes de financiamento permanentes para a segurança. Enquanto isso é preciso aumentar a execução orçamentária e fazer operações pontuais para combater a violência”, colocou, criticando a falta de aparato para a segurança pública. “Como esclarecer os crimes, se o Estado não tem perito, balística e faltam delegados. Cada delegado responde por até cinco delegacias cumulativamente”, comunicou, criticando a burocracia excessiva que se observa na máquina administrativa estadual. “Para se ter uma ideia, o processo de licitação para locar um veículo demora até um ano”, exclamou. Histórico O senador relatou à presidente e ao ministro uma breve estatística sobre a criminalidade em Alagoas. Disse que, em 1999, foi o último ano que a criminalidade caiu em relação ao ano anterior, justamente quando se desencadeou a campanha contra o desarmamento. “Depois disso, tivemos a estabilização deste índice em todo o País. A média brasileira é de 20 homicídios em cada grupo de 100 mil pessoas e, enquanto o Brasil estabilizou, a média de homicídios cresceu em Alagoas. Não há como ter uma política de segurança pública para o Brasil, sem resolver a questão de Alagoas”, admitiu. Renan ainda falou sobre os índices alarmantes da capital. “O número de homicídios de Maceió, a líder do País, é de 100,7%, enquanto a segunda capital, Belém, é de 80,2% Temos que unir todo mundo para combater essa situação”, concluiu.
FONTE - AQUI ACONTECE PEC300 via policialbr.com

PEC300 - Renan Calheiros diz que criminalidade cresceu mais de 200% em Alagoas desde 1999

· 0 comentários

O senador Renan Calheiros, líder do PMDB, participou, a convite do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, de reunião nesta quinta-feira, 14, com representantes do governo do Estado e de outros poderes alagoanos, para discutir o Plano de Segurança a ser implantado em Alagoas, através de parceria com o governo federal. Renan informou que a reunião foi provocada pelo governador Teotonio Vilela que, em carta à presidente Dilma Rousseff, relatou dramaticamente a grave situação da segurança público e os índices alarmantes que colocam o Estado como o terceiro do mundo em criminalidade. “O governador está preocupado, porque está vendo a mobilização da sociedade, que pede um basta ao avanço descabido da criminalidade no nosso Estado”, avaliou Renan, lembrando da necessidade da aprovação imediata do projeto que estabelece o piso salarial nacional para as polícias. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC 41/08), de autoria de Renan, fixa o piso salarial para as polícias e o Corpo de Bombeiros. Esta PEC foi apensada à PEC 300, que tramita na Câmara dos Deputados. “Ela não pretende, por si só, extinguir com a violência, mas teria um impacto muito grande no combate à violência”, pondera. A PEC já foi aprovada por unanimidade no Senado, faltando apenas ser aprovada em segunda votação, na Câmara. O senador disse que, em Alagoas, o índice de homicídios é alarmante. “Eu já havia avisado à presidente Dilma e ela se mostrou extremamente preocupada. Esta será uma oportunidade para, juntos, dar a nossa colaboração, tentarmos minorar os índices e levar a segurança das pessoas, que é obrigação do Estado, para um patamar aceitável”, observou, dizendo da necessidade de, a partir da implantação do plano, haver um monitoramento, para cobrar dos governos o cumprimento das suas obrigações. “O governo federal e o de Alagoas têm que fazer a sua parte”, disse Renan à presidente. Renan Calheiros recordou ao ministro que, na primeira eleição de Téo Vilela ao governo, quando estavam juntos politicamente, a violência começava a crescer em Alagoas. “Naquela época, tínhamos 8.500 policias e hoje temos menos de seis mil. Nas cidades pequenas, são dois policiais, em média, por município. Daí acontece o que se vê todos os dias: os bandidos rendem os policiais, roubam as armas e praticam os assaltos. Em Alagoas, se faz a leitura de que o crime compensa, porque é um Estado sem controle. Precisamos reformular as responsabilidades e rediscutir fontes de financiamento permanentes para a segurança. Enquanto isso é preciso aumentar a execução orçamentária e fazer operações pontuais para combater a violência”, colocou, criticando a falta de aparato para a segurança pública. “Como esclarecer os crimes, se o Estado não tem perito, balística e faltam delegados. Cada delegado responde por até cinco delegacias cumulativamente”, comunicou, criticando a burocracia excessiva que se observa na máquina administrativa estadual. “Para se ter uma ideia, o processo de licitação para locar um veículo demora até um ano”, exclamou. Histórico O senador relatou à presidente e ao ministro uma breve estatística sobre a criminalidade em Alagoas. Disse que, em 1999, foi o último ano que a criminalidade caiu em relação ao ano anterior, justamente quando se desencadeou a campanha contra o desarmamento. “Depois disso, tivemos a estabilização deste índice em todo o País. A média brasileira é de 20 homicídios em cada grupo de 100 mil pessoas e, enquanto o Brasil estabilizou, a média de homicídios cresceu em Alagoas. Não há como ter uma política de segurança pública para o Brasil, sem resolver a questão de Alagoas”, admitiu. Renan ainda falou sobre os índices alarmantes da capital. “O número de homicídios de Maceió, a líder do País, é de 100,7%, enquanto a segunda capital, Belém, é de 80,2% Temos que unir todo mundo para combater essa situação”, concluiu.
FONTE - AQUI ACONTECE PEC300 via policialbr.com

Mossoró ganhará 200 novos polícia até o fim do ano

segunda-feira, 18 de junho de 2012 · 0 comentários

O comandante geral da PM, Francisco Araújo, garantiu a convocação e capacitação de mais 200 policiais militares para atuar na área do 12º BPM, de Mossoró. A informação foi passada ao comandante da unidade, o tenente coronel PM Alvibá Gomes.

Os 200 novos PMs serão convocados da turma de 824 que aguardam convocação desde o final do governo Wilma de Faria. Eles ganharam, na Justiça, direito de serem convocados, capacitados e ingresso a corporação. Isto deve acontecer até o final do ano.

http://www.blogdoserido.com.br/mossoro-ganhara-200-novos-policiais-ate-o-final-do-ano/

Traficante é preso após oferecer 30 mil à PM' s no RJ

· 0 comentários

O chefe do tráfico da comunidade Santa Lúcia, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Carlos Henrique Cabral Pereira, foi preso por policiais militares após oferecer propina de R$30 mil. O criminoso é suspeito de matar a tiros o policial militar Fábio Barbosa da Silva, no dia 12 de março. As informações foram divulgadas, nesta segunda-feira (18), pela Polícia Civil. De acordo com a polícia, o suspeito foi preso em flagrante, no sábado (16), pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de armas, por policias do 15º BPM (Duque de Caxias). Ele também foi autuado por corrupção ativa, após oferecer a quantia de R$ 30 mil aos policiais para não ser preso. A polícia informou que, em depoimento, o criminoso confirmou ser gerente do tráfico de drogas em Santa Lúcia e confessou ser o autor da morte do PM. Segundo o titular da 62ª DP, delegado Hilton Alonso, as investigações continuam para combater o tráfico de drogas naquela localidade. O caso foi registrado na 62ª DP (Imbariê).

Do policialbr.com com G1 RJ

Adolescente de 15 anos é detido em boca de fumo

domingo, 17 de junho de 2012 · 0 comentários

Os policiais do Grupo Tático do 4º Batalhão que faziam patrulhamento no bairro do Alto da Torre, zona Norte de Natal, depararam-se com um jovem em atitude suspeita, neste sábado (16), na frente de uma residência. Ao tentarem abordá-lo, o rapaz entrou na casa e não atendendo a ordem dos policiais. O homem estava armado com uma espingarda calibre 12.

Com isso, quando os policiais tentaram capturar o suspeito, ele acabou reagindo e tentando atirar, no entanto, a arma não disparou. Mesmo assim, o acusado conseguiu fugir pulando os muros da residência.

Dentro da casa, apenas um adolescente de 15 anos foi apreendido e ele acabou confessando que o local se tratava de uma boca de fumo. Após uma revista, os policiais militares encontraram 43 pedras de crack e quatro trouxas de cocaína, bem como uma munição de espingarda calibre 12 que não disparou.

Como de costume, o adolescente, por ser menor de 18 anos, afirmou que a droga pertencia a ele, bem como a responsabilidade sobre a boca de fumo. Ele foi conduzido a Delegacia de Plantão da Zona Norte, mas após ser ouvido acabou sendo liberado e entregue a um responsável.

http://portalbo.com/materia/Adolescente-de-15-anos-e-detido-em-boca-de-fumo

Mais um homicídio em Mossoró, agora são 60 só este ano

· 0 comentários

A Central de Operações da Policia Militar registrou na noite de Sábado 16 de Junho de 2012, mais uma morte violenta em Mossoró. O crime aconteceu na Rua Professor Anderson Araujo, na favela do Velho no Bairro Malvinas.

Genilson de Paula da Silva, ””Mosquito”” 23 anos de idade, morador da Avenida Antonio Bento, foi alvejado com dois disparos de arma de fogo, um disparo transfixante em um dos braços e outro na parte posterior da cabeça. Ele morreu no local antes da chegada do socorro medico.

Segundo informações colhidas pelos policiais que atenderam a ocorrência, eram dois indivíduos em uma motocicleta de cor escura. Os indivíduos se evadiram do local e não foram reconhecidos pelos moradores do bairro.

Segundo informações de um irmão, Mosquito cumpria pena na Penitenciaria Agrícola Mario Negocia, acusado de Assalto a mão armada. Ele havia sido liberado no dia 29 de Março desse ano. O irmão não sabe informar se Mosquito vinha sofrendo ameaças de morte.

Uma viatura de Suporte Avançado ""Alfa"" do samu ainda tentou reanimar a vitima, mas sem sucesso.

O corpo foi removido para o Instituto Técnico e Cientifico de Policia, Itep, para os procedimentos de necropsia.

http://www.ocamera.com.br/site/post/2310

 

Copyright © 2011 Jr Maximus - template by André Freitas

Sponsored by: Trucks | SUV | Cheap Concert Tickets